13 de fevereiro de 2017 Por
4 Em Áustria/ Comportamento/ Viena

14 dicas para aprender alemão ou outra língua estrangeira

 

foto: pixabay.com

Morar em um outro país é sempre um grande desafio. E esse período de experiência é sem data para acabar. Todo dia é dia de vencer obstáculo, e não importa há quantos anos você more fora, sempre haverá alguma situação onde irá se deparar e se assustar com o comportamento dos moradores locais. Se isso já acontece dentro do Brasil, quando as pessoas mudam de cidade, imagine fora dele?

Claro que no início, tudo é muito mais complicado, é muita informação, muitas coisas novas que nos dão aquela sensação de gerar uma bola de neve ou de sermos arrastados por uma avalanche. Detalhes de coisas simples podem se tornar um grande drama, dependendo de como as coisas acontecem. O simples fato de ir ao supermercado para comprar pão, ir à farmácia comprar um remédio, ou até mesmo tirar dinheiro no caixa eletrônico pode se transformar num momento de estresse.

A situação pode complicar um pouco mais quando a língua local é diferente do inglês ou espanhol, línguas mais familiarizadas para nós. Lógico que, em alguns casos e para certas pessoas, essa barreira é maior quando há o desconhecimento de qualquer língua estrangeira. E, por exemplo, aqui na Áustria, mesmo que você fale inglês, é fundamental que você aprenda o alemão, língua oficial local. Alemão é muito difícil, mas não é impossível. É preciso ter ânimo e determinação.

Confesso que o que dá um certo desespero é que, por mais que se estude essa língua e quase todo mundo chore, literalmente, para aprendê-la, sempre teremos uma sensação estranha quando os nativos se encontram e conversam em dialeto. No início, isso nos deixa mais frustrados ainda, pois aprendemos na escola uma língua e na vida cotidiana, a língua falada é outra. Mas até aí tudo bem, porque muitas vezes, dependendo do dialeto, nem os próprios austríacos se entendem, como no caso de um vienense conversar com alguém do Tirol ou Voralberg, estados que ficam ao oeste do país. Lembrando, o país é pequeno e possui apenas 8 milhões de habitantes, mas cada estado tem seu próprio dialeto.

Caderno de vocabulário, mas você pode fazer em casa o seu.

Hoje vou compartilhar dicas que me ajudaram no processo de aprendizado do alemão. Logo que cheguei aqui, eu mesma me cobrei para aprender a língua o mais breve possível, e meu marido, empolgado, me incentivou colocando o desafio de aprender 10 palavras por dia. Aquilo se tornou um peso para mim, e no primeiro dia, chorei. Não dei conta. 10 palavras é demais. Depois de 2 meses morando aqui, fomos ao Brasil, e meu pai, conversando conosco, nos ensinou algumas dicas que me ajudaram bastante, outras tive que aprender sozinha, e outras a gente aprende na escola por aqui. Na época não tínhamos tantos aplicativos e recursos como a Internet oferece hoje, mas são dicas super válidas. Vamos lá?

1- Caderno de Vocabulário – Anote num caderninho as palavras em alemão e ao lado a tradução em português. Tampe o lado da tradução e tente decorar a palavra. Aqui na Áustria tem até um caderno próprio chamado “Vokabelheft”. Mas se não tiver aí na sua cidade, faça você mesmo um caderninho.

2- Quantidade de palavras por dia – 3 palavras por dia são suficientes para que você, em pouco tempo, desenvolva um bom vocabulário. Aprenda cada palavra nas suas diversas variações como adjetivo, substantivo e advérbio.

3- Alemão com Alemão – Essa é para quando você chegar num nível mais avançado. Tente escrever a explicação das palavras em alemão.

4- Desenhe – se você for do tipo mais visual, desenhe ou cole figuras.

5- Filmes e séries – Assista ao filme uma vez numa língua que você entenda. Depois, assista uma segunda vez com o áudio e com legenda na mesma língua e, por último, sem legenda.

6- Cinema– Aqui em Viena, os filmes são dublados, aproveite para tentar assistir a filmes nos cinemas locais.

7- Jornal, Programas de televisão, Rádio, Internet e mídias sociais. Tente assistir e ouvir tudo em alemão.

8- Livros Infantis e para adolescentes – Aproveite para ler livros com uma linguagem mais fácil. E nada melhor do que livro para crianças e adolescentes. O vocabulário é simples e muita coisa você usa no cotidiano.

9- Telefone celular – Mude as instruções do seu aparelho para o alemão. Assim você irá aprender vocabulários mais específicos.

10- Diário – Escreva sobre suas atividades cotidianas de uma forma simples, um parágrafo por dia.

11- Fale sempre – Falar em alemão dá ânimo para prosseguir com a aprendizado, portanto você deve falar em alemão em qualquer circunstância, mesmo quando alguém responder em inglês. Isso mesmo, soa muito estranho, mas logo no comecinho não conseguimos nos expressar muito bem e aí, para agilizar a vida, e com o intuito de ser simpáticos e tentar ajudar, os austríacos vão responder em inglês. Quando isso acontecer, seja gentil e fale que você está aprendendo a língua e que gostaria de continuar a conversa em alemão. É muito ruim a sensação, mas é só assim que você vai se desenvolver. Persista, mesmo quando a cara deles for de que não estão entendendo nada do que você está falando.

12- Viajar – Se você puder investir em uma viagem para um país onde se fale a língua, também é uma ótima dica para despertar ainda mais a curiosidade e a vontade de se aprender um idioma diferente.

13 – Uma dica muito importante é: aprenda os artigos juntamente com os substantivos como se fossem uma palavra só. Não pense se é feminino, masculino ou neutro; muito menos tente traduzir. Aceite a palavra sem pensar no gênero. Isso vai ajudar imensamente em todo o processo, pois as declinações que existem na língua são importantes e super difíceis. Para quem desconhece sobre o que significa declinação, ela funciona da seguinte maneira: dependendo da frase que se usa e da função da palavra na frase, o artigo deixa de ser feminino e passa a ter a forma do masculino, o que, no início se torna um monstro, e, com o tempo, tende a diminuir. Eu descobri isso muito tarde e, com certeza, deixou marcas no meu processo de aprendizado.

14- E, por último, não sofra e nem desista! Aprender faz parte de um processo e leva um tempo. Aprender alemão é um processo para a vida toda, e será divertido se você encarar de forma mais leve.

No próximo post voltarei com outras dicas da Áustria.

Um abraço

 

Esse texto foi publicado na minha coluna do site: Brasileiras pelo mundo

 

 

 

kely Pelo Mundo

Veja também

4 Comentários

  • Reply
    Raísla Girardi
    15 de fevereiro de 2017 at 11:43 pm

    Kely, que lindo o seu blog. Mesmo te seguindo há algum tempo no snap e insta nunca tinha entrado aqui, parabéns! Ótimas dicas, estou fazendo aula de alemão desde dezembro, é uma língua muito difícil, pelo menos para mim, mas com persistência chegamos lá. Bjs!

    • Reply
      Kely Martins Bauer
      16 de fevereiro de 2017 at 8:55 am

      Olá Raísla,
      obrigada pelo comentário e por me seguir nas outras mídias. Se quiser receber os posts por email é só assinar a página.
      Obrigada
      Kely

  • Reply
    Iana Leite Martins
    30 de março de 2017 at 2:36 pm

    Interessante conhecer como conhecer a cultura de um país, ou vivenciar essa cultura vai muito mais além dos “pontos turísticos”.
    Adoro seus artigos!
    Bjs

  • Reply
    Iana Leite Martins
    30 de março de 2017 at 2:38 pm

    Interessante saber como conhecer a cultura de um país, ou vivenciar essa cultura vai muito mais além dos “pontos turísticos”.
    Adoro seus artigos!
    Bjs

  • Deixe um comentário