9 de fevereiro de 2017 Por
4 Em Comportamento/ Estados Unidos/ Europa/ Viagens/ Viena

Como tirar visto de turismo para os Estados Unidos estando na Áustria

 

Senta que lá vem textão!

Em setembro do ano passado deu a louca e resolvi renovar o meu visto para os Estados Unidos. Tirar o visto para os EUA, quando se possui residência em outro país, foi relativamente fácil. Não sei você, mas eu sempre tenho receio quando se trata de visto para os EUA. Agora então com  a nova situação política naquele país as coisas devem mudar muito.

Essa foi minha segunda renovação, mas mesmo assim, sempre fico com o friozinho na barriga com medo de algo não dar certo. Não sei de onde vem isso, pois quem não deve, não teme… mas, nesse caso, sei lá … vai que…

Logo que comecei o processo me senti um pouco perdida e tentei ligar para a embaixada os Estados Unidos em Viena. Não consegui falar com ninguém, pois a mensagem na secretária eletrônica (em alemão ou em inglês) sempre questionava sobre o preenchimento de um formulário. Sem isso, você não consegue absolutamente nada.

Então, resolvi escrever um passo a passo para tentar ajudar a quem se interessa pelo assunto e tem apenas a cidadania brasileira. Vamos lá?

Compra de passagem e passaporte:

– Compre a passagem apenas depois do visto ter sido aprovado pela Embaixada Americana.

– Verifique se o seu passaporte está válido até 6 meses depois da data de volta da sua viagem.

Como tirar o visto:

1) Entre no site da Embaixada nos Estados Unidos. Clique aqui para iniciar seu processo.

2) Escolha o país onde você está e irá fazer o processo para solicitar o visto.

3) Caso o seu visto seja para turismo, você deverá preencher o formulário DS160. Eu usei esse post aqui para me auxiliar. Confesso que ele foi fundamental para tirar umas dúvidas.

4) Tive um problema na hora de preencher o formulário, pois o sistema não deixava avançar no preenchimento. No dia seguinte, tentei e deu certo. Se isso acontecer, não se desespere, falhas em sistemas acontecem. Ao preencher o formulário, tome cuidado para não errar, mas se isso acontecer, não se preocupe, pois será possível alterar as informações antes de enviá-lo (para finalizar o processo).

5) Após o preenchimento do formulário, releia atentamente todos os campos antes de finalizá-lo com o envio.

6) Após o envio, imprima seu número de registro.

Pagamento da taxa

Agora sim, começa a outra parte do processo, para a qual tive que contar com a ajuda da embaixada americana. Para obter o visto é preciso pagar a taxa no valor de USD 160,0, convertido para a moeda local do seu país.
Não achei nenhum link para fazer o pagamento. Para tentar resolver a questão, liguei para a embaixada America em Viena e aí sim, com o número de inscrição do processo, e com o passaporte em mão, consegui falar com a telefonista, que enviou um link para o meu e-mail, com o login e senha para ter acesso ao boleto bancário. Após isso, faça o seguinte:

a) Entre no site (enviado por email) e registre uma nova senha

b) Efetue o pagamento do boleto bancário por cartão de débito ou pela transferência online. Eu optei pela transferência online. Foi super simples, funciona como se você fosse entrar na sua plataforma do Internet Banking do seu banco. Coloque seus dados, sua senha e o código Pin para autorizar a transação.

c) Após o pagamento, o sistema manda automaticamente para uma página onde você pode marcar o dia e a hora para a entrevista.

Sobre a entrevista na Embaixada Americana em Viena

Logo na entrada da Embaixada você passará pelo processo de segurança, onde sua bolsa será revistada, por isso, é bom levar o mínimo possível de coisas; baterias de celular, ipads e computadores serão deixados na recepção para serem buscados no final da entrevista. Então, se possível, evite levá-los.

Horário – Procure chegar no horário marcado com, no máximo, 10 minutos de antecedência. Se você chegar muito cedo terá que sair do prédio e aguardar lá fora.

O que levar – leve seu passaporte, o número da inscrição, seu visto do país local e foto.
Eu levei adicionalmente comprovante de residência, o contracheque e certidão de casamento.

O que não levar –Ipad, baterias adicionais e nem computadores.

Entrevista – No primeiro guichê, você entrega seus documentos, como o passaporte brasileiro, visto local, foto e o comprovante do formulário de inscrição. Ali, o atendente faz algumas perguntas básicas e pede para você aguardar na sala de espera.

Depois, seu nome é chamado pelo microfone, e outro atendente faz outras perguntinhas (em alemão ou inglês) sobre sua viagem, sobre você e pronto. Assim se encerra a tal entrevista que acontece ali no guichê de atendimento mesmo. Se for aprovado, ele já informa que, em 3 dias úteis, seu passaporte será devolvido pelos correios ao endereço indicado no formulário.

Simples, não é mesmo?

No meu caso, dois dias depois recebi um e-mail informando que o meu passaporte já estava a caminho. Em seguida, recebi-o em casa com o visto para 10 anos.

Pronto, agora é só viajar!

Importante! Lembrando que, quando o passaporte brasileiro vencer, provavelmente o visto americano ainda estará válido. Assim, para viagens aos EUA será preciso levar os dois passaportes: o válido com vencimento superior a 6 meses da data de volta da viagem, e o passaporte antigo no qual consta o visto válido.

foto do site: pixabay.com

Cartão de débito/ crédito e dinheiro em espécie.

Eu quase sempre tenho problema com cartão de débito em outros países, para evitar isso comecei a avisar ao meu gerente do meu banco quando faço viagens internacionais e sempre levo uma quantia de dinheiro em espécie.

Dicas de ouro que servem para qualquer viagem – Documentos e Migração

Eu sempre levo comigo cópia do passaporte e de documentos pessoais. Ainda tenho guardada no meu email a cópia desses documentos, assim, em caso de necessidade, posso acessar em qualquer lugar do mundo

Migração – Ainda dentro do avião ou na hora da migração será necessário preencher um formulário com seus dados e informações sobre a sua viagem, para isso, leve o nome do dono da casa ou hotel que ficará hospedado e o endereço. Ao ir para o guichê da migração será necessário apresentar o formulário e o passaporte (Atenção! É bom que tire a capinha de proteção, porta-passaporte, caso utilize uma) e responda apenas o que lhe for perguntado.

Muitos países te devolvem um ticket referente ao formulário entregue. Guarde esse papel de forma segura até o seu retorno para evitar problemas dentro do país. Se possível, faça uma foto do mesmo e envie para você por email.

Caso tenha que apresentá-lo no hotel, certifique-se de que o recebeu de volta juntamente com a entrega do passaporte. (Na Rússia, perdi meu papel quando fiz o check-in no hotel e foi um sufoco para me hospedar em outra cidade, minha sorte é que o primeiro hotel tinha feito cópia do documento e me enviou por email)

Bagagem de mão – Leve o mínimo de coisas possíveis, uma pequena muda de roupa é sempre bem-vinda assim como caneta para preencher documentos. Quanto aos líquidos, tome muito cuidado, eles devem caber dentro daquela sacolinha plástica oferecida no aeroporto.

No Reino Unido eles são super exigentes nesse assunto. É permitido apenas um saquinho por pessoa e cada item pode ter no máximo 100 ml. Se a embalagem do produto for superior a 100ml, e mesmo que esteja praticamente vazia certamente você deverá ter que deixá-la na área de controle das bagagens. Então, para evitar surpresas tome o cuidado de verificar se os produtos transportados estão dentro do padrão de controle internacional.

E aí, gostou das dicas?

Abraços e até o próximo post.

Texto publicado na minha coluna do site Brasileiras pelo mundo.

 

kely Pelo Mundo

Veja também

4 Comentários

  • Reply
    Ianele
    13 de fevereiro de 2017 at 6:46 pm

    Muito boas dicas, Kely.
    Vc saberia dizer se o processo muda se a brasileira é casado com o austríaco? Para o EU eles geralmete só prechem um formulário online né?

    • Reply
      Kely Martins Bauer
      14 de fevereiro de 2017 at 9:26 am

      anete,
      Obrigada por comentar, olha, o processo não está ligado ao fato de você ser casada ou não com austríaco. Ele é feito de acordo com a cidadania que você apresentar. Sou casada com austríaco e nao tenho cidadania austríaca. Para europeu o processo é outro, mas não sei te dizer qual é.

      e vc já assinou o blog?
      Vou ficar imensamente grata em ter você como assinante no Blog e no instagram.

      No vemos!
      Abraços
      Kely

      • Reply
        Ianele
        14 de fevereiro de 2017 at 9:55 am

        Entendi. Muito obrigada por responder.

        • Reply
          Kely Martins Bauer
          16 de fevereiro de 2017 at 8:56 am

          De nada seja sempre bem-vinda.
          Abraços
          Kely

    Deixe um comentário