15 de março de 2014 Por
5 Em Reflexões

O Sopro

Somos apenas “um sopro de vida” que dura um curto espaço de tempo.

E por que agimos como se isso tudo nunca fosse acabar?

Brigamos tanto, por tão pouco, reclamamos sem fim.

Precisamos realmente amar mais, agradecer sempre, trocar carinhos, dar flores, ajudar quem precisa, cuidar daquilo que podemos, nos esforçar para sermos quem gostaríamos de ser.

E ao acordar devemos entender que é preciso colocar um pouco mais emoção.

Procure correr, gritar, sorrir, amar,dançar, abraçar, sacudir…

Porque a vida vai passar assim … como um sopro (fuuu; chiuuu chiuuuu).

E quando dermos conta: “fuuuu” se foi.

E o que vai ficar?

Só as lembranças do vento que você deixou.

1187266_10151632083646299_1932541840_n

A foto foi tirada com uma das minhas inspirações de amor; Malu, minha irmã mais nova, que veio me visitar no verão passado.

Texto: Kely Martins Bauer  / Revisão: Cinthia Stylianou

kely Pelo Mundo

Veja também

5 Comentários

  • Reply
    Silvia
    17 de março de 2014 at 8:41 pm

    Adorei!!! 🙂

  • Reply
    Lucia Castelo Branco.
    7 de abril de 2014 at 5:28 pm

    E a vida soprou a sua vida na minha. Lindíssimo texto. beijos.

  • Reply
    Almas felizes nasceram para voar! | Femme Volátil
    21 de abril de 2015 at 7:18 am

    […] não se esqueça: tudo passa! Nada é pra sempre! Somos todos provisórios e estamos só de […]

  • Deixe um comentário