5 de janeiro de 2015 Por
5 Em Reflexões

O espelho e a lente de aumento

 

lente de aumentoNo verão passado, leia-se meados de agosto de 2014, estava na casa de uns amigos aqui em Viena, conversando com meu pai ao telefone, quando, de repente, avistei uma pequena estátua no jardim. Ao terminar a conversa, cheguei bem pertinho da figura e click, registrei-a … Em seguida, fiz o segundo click com certa distância normal. Achei a figura interessante e mostrei a foto de perto para os donos da casa. A dona ficou abismada de como a pequena figura ganhou presença e ficou enorme sobre as lentes da câmera de um telefone.

Naquele momento, conversamos um pouco sobre a vida, e dai que veio um ensinamento que aprendi, tempos atrás, e que continua pertinente: tudo que você fala demais, critica excessivamente ou dá foco, aumenta e tem impacto nas suas emoções.

E isso serve tanto para o feio, quanto para o belo, assim como o positivo e o negativo.

Parei para observar um pouco a minha volta.

Nossa, me assustei e vi que estava me tornando numa estranha, crítica e negativa.

Estava dando ênfase nos pequenos percalços da vida.

Você sabia que quem critica demais ou reclama o tempo todo, acaba também influenciando tudo ao seu redor!?

Parei para cuidar mais das minhas palavras.

No trabalho confesso que é bem difícil, mas para me ajudar coloquei um “post it” na tela do computador escrito: Criticar Vicia, Cuidado!

Estou tentando me calar mais e fazer o meu melhor, porque certas coisas não será a minha crítica que vai resolver o caso. Criticar por criticar não resolve, se quiser contribuir é preciso sugerir alternativas.

Certas estruturas são como são e pronto, nada muda da noite pro dia.  É tipo um defeito de alguém; ou você aceita e tenta ver o melhor ou se afasta de quem o tem.

Se for pra mudar alguma coisa… que essa mudança venha de mim, assim conseqüentemente tudo muda. Eu experimentei e deu certo, quer experimentar também!?

– Saia de casa consciente; sorria para as pessoas e observe o que recebe de volta;

– Procure ser gentil com todos nas pequenas coisas;

– Escreva coisas boas;

– Converse sobre coisas agradáveis;

E assim vai … é impressionante como um lindo espelho se mostra. São apenas reflexos das nossas atitudes.

Ser desagradável, fazer inimigos e exigir de outros o que eles não podem dar é loucura. Muitas vezes é como dar murro em ponta de faca, quem em sã consciência faz isso!?

Aprendi uma grande lição. Devemos tratar as coisas como são, e é possível sim minimizadas para que elas não virem um mostro do lago Ness.

É preciso estar atento aos pensamentos, porque definitivamente a mente, mente pra gente, principalmente se for relacionada a uma coisa negativa.

O que tem me ajudado muito a controlar as minhas emoções é pensar o seguinte: isso realmente importa pra custar essa energia toda? Se a resposta for não, nesse momento consigo acalmar minha mente. O grande segredo é desdramatizar, pra quê transformar formiga em elefante? Não vale a pena!

Mas somos de carne  e osso, então na hora da raiva, respire (bom! pra isso  é preciso um treinamento, rs). Se não der pra segurar; chore, mas evite falar… sabemos que mulheres como nós, com TPM, somos especialistas em mudanças de humor e como a nossa sensibilidade aumenta nessa época. Então para evitar problemas… é melhor controlar a língua. E esse é um grande desafio, segurar as palavras no momento de stress.

E com tantos desafios por ai, lanço um: Que tal ficar um semana sem reclamar?

Comecemos devagar. Que tal por um dia, depois outro e depois … até virar um hábito.

Outra coisa: vou criar um potinho com bilhetinhos para escrever todas as coisas e pensamentos positivos. Faça o seu também e veremos quantas coisas boas temos pra agradecer.

E pra finalizar, lembre-se sempre do espelho e da lente de aumento: eles são componentes fundamentais para deixar sua vida do jeito que você quer refletir-se.

Beijos e uma linda semana pra todos nós.

image

A estátua de pertinho

image

Do tamanho real

 

Texto: Kely Martins Bauer

O conteúdo desse Blog pode ser reproduzido, desde que a fonte http://www.femmevoltatil.com seja indicada

 

kely Pelo Mundo

Veja também

5 Comentários

  • Reply
    Iana Leite Martins
    6 de janeiro de 2015 at 10:37 pm

    Realmente, criticar por criticar não resolve. “Se não der para falar bem, cale-se”.

  • Reply
    Hora de faxinar! | Femme Volátil
    6 de maio de 2015 at 8:17 am

    […] Procure fazer uma vez por dia algo que te faça feliz. Assim, automaticamente, interferimos no nosso ambiente, e atraímos aquilo que expressamos. É a velha outra face do espelho. […]

  • Reply
    Como ser gentil e sobreviver em tempos de crise | Femme Volátil
    13 de maio de 2015 at 9:18 am

    […] gente deve falar sim, mas não muito, não o tempo todo, afinal tudo que a gente dá ênfase cresce. Isso você pode ler aqui. Compartilhar é importante, mas exaltar e focar muito na tristeza pode nos levar a um círculo […]

  • Reply
    Claudinha
    26 de junho de 2015 at 10:30 am

    Muito bom!!

  • Deixe um comentário