20 de fevereiro de 2017 Por
0 Em Comportamento/ Reflexões

Como lidar com um chefe idiota

Existe coisa mais irritante que ter que lidar com um chefe que você não valoriza e ainda é uma pessoa do mal? Esse tipo de chefe certamente podemos classificá-lo como um idiota.

No post de hoje vou compartilhar coisas que aprendemos ao longo da vida, afinal nem sempre podemos mudar de emprego rapidamente  e ficar se lamentando pode ser algum muito ruim para nós mesmos. Vamos lá!?

Dizem por aí que as mulheres precisam sempre desabafar e, mais do que isso, precisam falar várias vezes sobre o que estão sentindo, até que aquilo que está incomodando seja, de certa forma, exorcizado nos deixando melhor.

Geralmente, os homens não têm muito saco, ops, muita paciência para ouvir nossas ladainhas e, na verdade, quem tem? Eu mesma, muitas vezes, não tenho paciência para os meus próprios dramas (rs).

Para nossa sorte temos as amigas, aquelas do peito, que nos entendem e compartilham nossas dores e alegrias.

Esses dias estava lembrando de uma episódio que aconteceu em 2011 em Brasília. Estava em um bar com quatro amigas, quando Catarina chegou esbaforida e cheia de raiva no coraçãozinho, mas a guria, mesmo com raiva, é divertida.

De cada frase que fala, metade é palavrão, o que, de certa forma, é a sua cara. Naquela noite ela chegou cheia de papéis na mão, dois celulares e um Ipad.

Sempre linda e maquiada, nunca desce do salto, nem nos seus piores momentos. Deu um beijinho em cada uma de nós, sentou, pediu uma cerveja e já soltou a frase que inspirou este post: meninas, alguém tem dicas para me dar? Preciso aguentar um F… D… P… diariamente; Meu chefe é um idiota!

Foto pixabay.com

Nessa hora caímos na gargalhada, e Catarina, com os olhos cheio de lágrimas, disse que amava seu trabalho, mas Felipe, o novo mandachuva do pedaço, era um crápula e um tratante. Em poucos meses conseguiu hostilizar e destruir um ambiente saudável de trabalho.

Vendo que a situação era séria, Juliana, nossa amiga mais psicóloga do pedaço, começou a dar dicas plausíveis. Lisia, outra maluquete desbocada, contribuiu com a lista e, assim, cada uma deu seu parecer.

Mulheres juntas são sempre uma aula cheia de diversão e aprendizado.

Sem dúvida é duro quando você  se depara com um chefe que  não tem o perfil indicado para assumir o cargo. Mas fazer o quê? Como fazer para lidar com essa situação?

Selecionei algumas das dicas dadas na ocasião. Algumas delas servem para serem usadas dentro ou fora do ambiente de trabalho. Vamos lá?

1- Respire fundo – Quando você perceber que se irritou por algo respire, isso oxigena o cérebro e é um excelente freio para a língua que as vezes fala o que não deve.

2- Responda as perguntas com paciência – Se a pessoa tem dúvida é porque não sabe ou não entendeu. Se você explicar e ela continuar com dúvida, desenhe e se, mesmo assim, ela não entender, tente explicar de uma outra maneira, talvez o que é obvio para você não é para outros.  Considere sempre que não existem perguntas idiotas.

3- Mantenha-se profissional, execute suas tarefas da melhor forma possível.

4- Você não precisa falar tudo o que pensa, mas pense em tudo o que for falar. Às vezes, no calor das emoções  falamos tudo que pensamos e posterior nossas próprias palavras podem nos colocar em situações inadequadas.

5- Tente se colocar na posição do outro. Imagine você questionando alguém e essa pessoa sendo rude com você? Certamente você não gostaria de ser mal tratado não é mesmo? Mesmo que alguém seja rude com você, continue sendo gentil com ela.

6- Cuidado com quem você fala e de quem você fala, às vezes ficar calado é o  ideal.

7- Dança das cadeiras – Na vida tudo muda e no futuro os papéis podem se inverter.

8-  Diplomacia pode ser uma boa saída. Não entre em conversas maliciosas e cheias de fofoca, tente sair do ambiente se for possível. Se não for, procure ficar calado.

9- Procure entender a lógica ilógica. Se o seu chefe é do tipo desorganizado?  Tente ver as coisas na perspectiva dele, talvez você tenha um resultado melhor ao executar determinadas tarefas.

10-Seja direta e objetiva, sem perder a cordialidade. 

11- Lembre-se sempre de não permitir que as adversidades roubem o seu bom humor. Esse é o maior desafio quando algo sai do nosso controle, especialmente quando ouvimos ou temos que fazer coisas que nos desagradam.

12- Mantenha o ponto um sempre em atividade

13- Documente tudo que acontecer, especialmente se seu chefe for idiota e estranho. Isso pode te ajudar a se livrar de problemas no futuro.

14- tente mudar o ambiente, se não for possível mude você de ambiente – Se o relacionamento estiver insuportável, tente mudar de área, se não conseguir comece a procurar outro emprego. Ninguém é obrigado a permanecer em um ambiente hostil.

E vamos pra frente! Não preocupe tanto! Tudo muda.

Ah! E quando a minha amiga Catarina, ela  se livrou do chefe, foi trabalhar numa multinacional que reconheceu sua competência, valorizou sua organização e especialmente seu bom humor, a empresa entende que gente feliz produz mais e melhor.

Ela agora virou chefe, e provavelmente é  quem comete outros erros, mas, com bom humor e uma boa liderança, tenta superar as dificuldades.

Uma boa semana e até quinta-feira

O conteúdo desse Blog pode ser reproduzido, desde que a fonte http://www.kelypelomundo.com seja indicada.

Texto e fotos: Kely Martins Bauer

Revisão: Maria Lucia Castelo Branco

kely Pelo Mundo

Veja também

Comentários

Deixe um comentário