2 de março de 2016 Por
4 Em Europa/ Reflexões/ Viagens/ Viena

Hábitos dos austríacos que podem te chocar (parte3/3)

Olá!

Pessoal, dando continuidade aos posts das últimas semanas aqui finalizo a lista sobre alguns hábitos e comportamentos do universo de alguns austríacos. Se você ainda não viu clique aqui aqui e aqui . Digo novamente que nem todo austríaco é assim e que muitos desses comportamentos não é privilégio do pessoal daqui.

nao morar 4

21- Dinheiro e comida – Ao comprar pão na padaria, pode observar, o carinha que entrega seu pão não usa luva e, com a mesma mão que  faz a entrega, pega o seu dinheiro e devolve o troco. E é assim o dia inteiro. Nos restaurantes, a mesma coisa, o garçom traz o prato e faz a cobrança da sua nota. Eu tenho uma amiga que ficava nervosa só de ver a cena, mas teve que se acostumar.

22- Dinheiro vivo e Nota Fiscal– Existem muitos estabelecimentos que não aceita cartões de crédito ou débito. É muito comum ver austríaco pagando as contas de restaurantes e cafés em dinheiro vivo. Eu moro há uma década aqui, mas nunca tenho dinheiro vivo. Lentamente isso tem mudado a maior parte dos cafés já aceita o uso de cartões. Então para prevenir pergunte antes de consumir, ou ande com dinheiro na carteira para não ter problemas com isso.

Uma curiosidade – Desde janeiro desse ano, os estabelecimentos são obrigados a te dar nota fiscal, pois podem ser multados e logo logo o cliente vai ter que exigir a nota fiscal também, pois a fiscalização será feita tanto com direito a multa para o estabelecimento quanto para o cliente que não estiver com o documento emitido.

23- Cartões de Fidelidade– Aqui se tem cartão de fidelidade pra tudo. Lojas, supermercados, restaurantes,drogarias, farmácias e etc. E para muitos lugares os descontos são reais. Então se prepare para ter uma carteira só com os cartões locais. Com a tecnologia, você também pode digitalizá-los e colocar no seu telefone.

cigarro

23- Cigarro– Acredita que a maior parte dos bares e restaurantes ainda é de fumante? A lei que proibi o consumo de cigarro funciona no mundo inteiro, menos aqui. A solução que encontraram foi: estabelecimentos grandes tiveram que criar ambientes para fumantes e não fumantes. Locais pequenos podem escolher se é um lugar de fumante ou não. Mas graças a Deus isso está com os dias contados. Em janeiro de 2018 todo e qualquer estabelecimento será não de fumantes. Viva!!!!

24-Limpeza em banheiros de estabelecimentos- Os meninos relataram que é bem comum ter mulheres limpando banheiros ou vestiários masculinos, enquanto eles estão por lá à vontade. Esses dias fui a um restaurante onde um cara estava fazendo a limpeza. E ele estava lá fazendo o serviço dele, e as mulheres usando o ambiente sem a menor cerimônia.

25-   Amizade entre homem e mulher – Aqui é super normal você ter muitos amigos do sexo oposto. E as relações duram a vida toda. Aprendi que muita gente mantém amizade com os ex. É claro que não são todas as pessoas que pensam assim. Eu, por exemplo, já jantei com algumas ex do meu marido, e fui até ao casamento de uma delas. Tem uma inclusive que frequenta a minha casa, até mesmo quando eu não estou. Aparentemente isso também está mudando um pouco no Brasil.

26-   Clube do bolinha e clube da luluzinha – É  bem comum fazer viagens só com os amigos ou só com as amigas. E ninguém sofre com isso; alguns grupos têm até um período fixo no calendário anual.

stammtisch

27-   Stammtisch- Austríaco valoriza um encontro pessoal. E pra facilitar, eles criaram um tipo de programa chamado stammtisch, que é um encontro periódico onde as pessoas se encontram sempre/geralmente no mesmo lugar e, inclusive, na mesma mesa. Acho super saudável.

28-   Comer Porco – Aqui se come bastante carne de porco. E muita, muita salsicha. Eu adoro coração de galinha e fígado, mas esses dias experimentei um prato bem… digamos, exótico. Fui a um restaurante onde o dono nos ofereceu um prato com uma aparência bem interessante feito com mistura dos órgãos  internos do porco.  Eu quase passei mal quando fiquei sabendo o que era, mas, para minha surpresa, o prato era uma delícia. Então quem quiser experimentar, fica a dica pra quem quer comer o prato tem o nome de Beuschel. No Brasil também é possível comer o sarapatel, inclusive uma leitora me disse que na Bahia tem farofa de tripa, buchada, buchinho. Então pra muitos nem é complicado não é mesmo?

29-   Fila – Por incrível que pareça, austríaco não tem o hábito de fazer fila, especialmente em elevadores. Algumas vezes, em lojas, se não tem o lugar marcando onde se fazer a fila, as pessoas meio que se juntam. É estranho, mas, no final, elas se resolvem e tudo dá certo. Mas se tiver fila e você furar, típico brasileiro, pode ter certeza que ele vai reclamar com você. E tá certo, se tem fila tem que respeitar.

medico30– Visita ao médico – Aqui todo mundo precisa ter um médico de casa. Primeiramente você vai nele ele te indica a que especialista ir. Te entrega um papel que é válido por um mês onde você deve apresentar ao médico escolhido. Você até pode até ir diretamente a especialistas, sem antes pegar esse papel, mas tem um limite de 3 especialistas por trimestre.

Outra coisa interessante é referente ao resultado de exames. Se você fizer um exame, especialmente de ginecologista, eles não te entregam o resultado. O que acontece é o seguinte. Você sai do consultório com a seguinte informação:  “se houver algo anormal a gente te manda um comunicado, caso contrário não se preocupe”. Ou seja, se tudo estiver bem você não recebe nenhuma notícia. Se algo estiver errado eles já te mandam a receita  pelo correio com o resultado do exame. A primeira vez que isso me ocorreu fique super desconfortável. Agora já é normal. Com a  minha médica de casa é diferente sempre que faço exame de sangue tenho retorno na semana seguinte. Mas esse negócio de ter todos os seus exames guardadinhos, esqueça. Nem todos te entregam o diagnóstico.

31- Visita ao Dentista – Sorriso é, sem dúvida, o nosso cartão de visita, não é mesmo?

Muitos austríacos têm os dentes feios e com mau aspecto. E isso não está relacionado ao  nível social. Primeiramente, porque o atendimento de saúde dental é público, e segundo, porque há algumas pessoas de nível social elevado com os dentes feios e com aparência de estragados. É claro que estética ou, até mesmo, uma limpeza, são caras, mas tudo é questão de prioridade. Tem muita gente que prefere andar num carrão e ter os dentes feios do que investir sua grana em saúde bucal.

Esses dias um amigo estava contando que chegou no ensaio da banda um pouco atrasado porque visitou o dentista e, segundo ele, a reação dos companheiros foi de preocupação achando que havia alguma problema, porque, afinal, geralmente, a maior parte só vai quando sente dor.  Nosso amigo carioca respondeu na hora que não era nada, apenas uma visita preventiva de rotina.  O pessoal achou estranho.

aperto de amo

32-  Saudação das crianças– As crianças são bem independentes por aqui. E  uma coisa que eu acho muito estranha é que elas aprendem a cumprimentar os adultos de maneira bem formal, ou seja, esticando os braços e dando as mãos. Eu, particularmente, acho bem esquisito, e tenho muita dificuldade em me adaptar a isso. Dou dois beijinhos no rosto e pronto. As crianças, no começo, acham estranho, mas depois se acostumam com a tia doida.

33   Reclamar de tudo e Bufar– E, por último e não menos importante, o austríaco, em geral, e, especialmente, o vienense se amarra em reclamar e bufar. A insatisfação com pequenas coisas é notória. Se no geral o corpo fala, na Áustria o corpo grita.rs

Sobre  mau-humor você lê neste post aqui.

Bom, pessoal, vou ficando por aqui e espero que tenha gostado. Vale lembrar que foram apenas alguns pontos sobre o costume e sob nossos olhares.

Beijos mil

O conteúdo desse Blog pode ser reproduzido, desde que a fonte http://www.femmevolatil.com seja indicada.

Texto : Kely Martins Bauer

Revisão: Maria Lucia Castelo Branco

Fotos: apenas a última não é da internet. Se a foto for sua e você deseja que ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Iremos atender sua solicitação o mais breve possível. Obrigada

kely Pelo Mundo

Veja também

4 Comentários

  • Reply
    Nara
    2 de março de 2016 at 8:08 pm

    Muito legal o post. Isso com certeza ajuda as pessoas que nunca foram à Viena. Ler blogs me ajudou muito a não pagar micos por aí,rs. Um dia vc vai experimentar a farofa de tripa, taoo bom,rs. Beijocas

    • Reply
      Kely Martins Bauer
      5 de março de 2016 at 3:13 pm

      Olá Nara obrigada pelo comentário.. é verdade a gente aprende cada coisa que?
      Vou mesmo comer contigo uma farofinha
      beijos

  • Reply
    Hábitos dos austríacos que podem te chocar  (parte1/3) | Femme Volátil
    20 de maio de 2016 at 3:49 pm

    […] Bom, gente, vou ficando por aqui e semana que vem volto com a segunda parte do post. Por favor queridos austríacos não me agridam, essas foram algumas das minhas experiências compartilhadas. Veja a parte 2 aqui  e aparte 3 aqui  […]

  • Reply
    Hábitos dos austríacos que podem te chocar  (parte2/3) | Femme Volátil
    20 de maio de 2016 at 3:50 pm

    […] ← Hábitos dos austríacos que podem te chocar (parte1/3) Hábitos dos austríacos que podem te chocar (parte3/3) → […]

  • Deixe um comentário