12 de novembro de 2014 Por
1 Em Frufru feminino/ Reflexões

Doce novembro parte 2/2

Últimas gotas de cores! O outono é a primavera que sucumbe e o inverno é um verão que adormece!

Mais poesia por favor!

IMG_1970

Como prometido no post anterior vamos a mais dois textos poéticos.

Definitivamente Viena inspira em qualquer época do ano, mas em especial num doce novembro.

IMG_1955

Você!

Eu quero o calor do sol, mas quero mais os seus beijos. E por mais que eu não queira, na mente há incontroláveis desejos e no corpo atração de todo jeito. Trago no❤️ as marcas do anseio e ainda sinto o toque que afaga o peito. Você me invadiu por completo, me deixando a beira-mar pensando no caso perfeito. Seus sussurros ecoam pelas esquinas, seus músculos contraídos permanecem latejando ao tocarem os meus e num abraço nos encontramos por inteiro. Definitivamente, VOCÊ me pegou de jeito. Estou num invólucro… em seu casulo, apenas esperando por seus beijos.

Vem Meu amor, depressa pra acalmar e acariciar meu peito.

Vem Meu amor, desesperadamente para viver este momento perfeito.

Vem, Meu Amor, Vem, porque te quero por inteiro.  

IMG_2150

Doce Novembro 

Acordar pensando em você e desejar milimetricamente o teu corpo, me faz ter certeza que você é só meu.

Essa é, sem dúvida, uma difícil fase onde tudo acontece inversamente proporcional.

Um tempo eterno de espera para um tempo de prazer tão curto.

As horas ao teu lado, voam como um pássaro que busca incessantemente pelo seu ninho.

Te desejei muito, mesmo antes de te conhecer e quando tu me tocastes, eu te reconheci pra sempre meu. Teus toques  deixaram marcas, tuas mãos aqueceram meu corpo, teu sorriso alegrou meus olhos e tua voz me aquietou profundamente.

Tua paz me invadiu tempestivamente, deixando espaço para eu fosse 100% eu. Você despertou cores e sabores adormecidos, inclusive trouxe vida a muitos que estavam até moribundos. Sua maturidade me despertou novamente a vivacidade.

Ao teu lado não usei máscaras ou fantasias para me sentir mulher.

Mas é duro esperar, você me envolveu de tal forma que só penso em te amar.

Mesmo de longe, te sinto perto e isso  já é o suficiente pra te sentir em mim.

A distância talvez  nos aproximará ou nos afastará, mas agora tudo que passou jamais se apagará.

E o amanhã!? Ah, esse eu não sei, você sabe!? A única coisa que eu sei é que agora é tempo de te amar

IMG_2083

O vento já está mais forte e frio. A cidade anda pintada de folhas amareladas pelo chão. As árvores secando para uma outra estação.

Chegando ao fim e deixando pra trás uma história que nasceu, cresceu, se reproduziu e agora morre, deixando se levar pelo vento!

O maravilhoso ciclo da vida que se completa em um ano nas suas 4 estações:

Primavera é flerte. 

Verão, namoro.

Outono, noivado.

Inverno, casamento.

Juntinho agarradinho, pertinho e gostosinho 

FullSizeRender

kely Pelo Mundo

Veja também

Comentários

  • Reply
    Iana Leite Martins
    12 de novembro de 2014 at 8:32 am

    Para falar assim tão profundamente, só quem tem a oportunidade de viver uma relação verdadeira e intensa. A poesia é uma conversa com a alma. Divino.
    Beijos.

  • Deixe um comentário