8 de fevereiro de 2018 Por
1 Em Áustria/ Dica de Viena/ Europa/ Viagens/ Viena

Áustria – 50 lições para a vida que aprendi esquiando: Parte 1/2

A Áustria possui os melhores esquiadores do mundo. O país também é reconhecido mundialmente como um lugar que possui excelentes pistas de esqui e o esporte é, sem dúvida, uma paixão nacional.

Como moro em Viena há 12 anos e sou casada com um amante do esqui, tive o privilégio de aprender a esquiar logo que cheguei aqui. Confesso que não achei nada legal as primeiras aulas, mas sabia que com a prática e persistência, as coisas iriam melhorar e a tão esperada diversão seria garantida. E, bingo! Não estava errada! Algum tempo depois, superando algumas frustrações e desconfortos, posso dizer que aprecio e me divirto com a modalidade.

Sabemos que a prática esportiva é fundamental para o nosso desenvolvimento, tanto físico quanto mental. Morando na Áustria e esquiando há 11 anos, percebi que o treinamento nas pistas de esqui me ajudaram bastante a resgatar, aprender e reforçar alguns ensinamentos que servem como lição para a vida e hoje quero compartilhá-los com você. Vamos lá?

Esse ano tomei um tombo e até o esqui sai do pé.

1) O novo assusta e incomoda – Não é novidade que nos sentimos desconfortáveis quando não dominamos um assunto. A melhor maneira de vencer isso é conhecer e se dedicar às coisas novas, até que elas se tornem parte da nossa vida.

2) Você vai cair inúmeras vezes e vai precisar se levantar – Durante a jornada, às vezes escorregamos ou alguém nos derruba. E na vida isso também acontece, mas é preciso levantar e continuar o treinamento.

3) Você vai se sentir desconfortável – As roupas vão dar a impressão de ocupar mais espaço do que você está normalmente habituado e os equipamentos, vão dar uma sensação de impotência por não saber como manuseá-los, mas não se assuste, pois rapidamente o cérebro se acostuma e você aprende a se virar bem.

4) Todo mundo sabe mais e melhor que você – Não se preocupe com isso, “todo expert já foi iniciante” um dia. Mantenha o foco no seu aprendizado.

5) É preciso aprender com os mais experientes e, muitas vezes, eles poderão ser mais novos que você – Abra sua mente e absorva a informação, ela pode ter grande valia no seu processo de aprendizado.

6) O medo diminui  quando o enfrentamos e ficamos mais à vontade com os novos desafios – Por isso, não se deve deixar de viver novas experiências por medo do desconhecido.

7)  Você vai ter vontade de chorar – Chore, é preciso deixar suas emoções fluírem, mas enxugue as lágrimas e dê continuidade ao treino.

8) Você se sentirá incapaz por muitos momentos, mas ao persistir, perceberá que logo será capaz de executar novos movimentos.

9) Mude a perspectiva – Isso ajudará a encontrar soluções para os possíveis problemas.

10) Caminhe em direção ao seu objetivo – Às vezes, a montanha parecerá mais difícil de longe, mas à medida que você chegar perto, verá que o trecho é mais fácil que se pensava.

11) Estude o caminho – Informe-se, converse com as pessoas, leia mapas e tente traçar seus objetivos.

12) Na dúvida, pergunte sempre – Não somos capazes de deter todo o conhecimento, então, se não tiver certeza, pare, reflita e pergunte.

13) Cada treino é uma possibilidade de superar seus limites – Pode parecer pouco, mas cada treino é fundamental para que você possa melhorar seu desempenho.

14) Prossiga e confie na sua intuição – Você terá que tomar decisões ao longo da jornada. Se não for possível perguntar algo a alguém, siga sua intuição.

15) Seus pensamentos podem derrubá-lo – Se você pensar em coisas ruins, certamente elas irão acontecer, portanto, mantenha o foco no seu caminho.

toda errada

16) A solidariedade vai acompanhar você nos momentos mais difíceis – Nos momentos de risco você pode se deparar com muitas pessoas desconhecidas te ajudando a superar suas quedas e inseguranças. Durante meus treinamentos, já caí diversas vezes perdendo o esqui do pé e, mesmo antes que meus amigos chegassem por perto para me socorrer, já havia algumas pessoas me ajudando a levantar e entregando meu esqui que estava perdido no meio da pista. Isso me ensinou que a solidariedade de desconhecidos é confortante.

17) Não olhe muito tempo para quem vem atrás – Quando olhamos para trás perdemos o foco no caminho. É preciso prestar atenção no que você está fazendo.

18) Nem sempre você  precisa ser o primeiro – Saiba dar lugar às outras pessoas e observe quem vai à frente.

19) O caminho é mais importante que a chegada, então aproveite a jornada – Na ansiedade da vida, esquecemos de aproveitar as coisas que se passam entre o início e o fim. Fique atento aos detalhes.

20) Se tiver medo, vá assim mesmo, dessa forma o desconhecido se tornará conhecido e o temor irá se desfazer.

21) Procure conforto no desconforto, mas não aceite isso por muito tempo.

22) Confie em você.

23) Escolha o seu caminho, pois ele é único e só você passará por ele.

24) Persista – O esforço repetitivo vai levar você a se apaixonar pelo caminho.

25) Relaxe – Após o treino ou após momentos tensos, relaxe, procure fazer algo que seja confortável e agradável para você.

No próximo post volto contando outras 25 lições que aprendi.

E você já esquiou? Tem vontade? Deixe seu comentário

Um abraço e até mais

Atenção ! A matéria foi publicada na minha coluna no site Brasileiras pelo mundo. Aproveite para seguir também esse site superinteressante feito por mulheres inteligente ao redor do mundo.

Me siga também no: 

  • Snapchat: kelypelomundo
  • Facebook: kelypelomundo
  • Twitter: kelypelomundo
  • Google: kelypelomundo
  • Youtube: kelypelomundo
  • Instagram: kelypelomundo

O conteúdo desse Blog pode ser reproduzido, desde que a fonte http://www.kelypelomundo.com  seja indicada.
Texto e fotos: Kely Martins Bauer
Revisão: Maria Lucia Castelo Branco

 

kely Pelo Mundo

Veja também

Comentários

  • Reply
    Áustria - 50 lições para a vida que aprendi esquiando: Parte 2/2 - Kely pelo Mundo
    14 de fevereiro de 2018 at 8:04 am

    […] ao aprender a esquiar acabei resgatando e descobrindo muitas coisas. Então, dando continuidade ao post anterior, compartilho agora outras lições que aprendi durante os treinamento nas pistas de esqui. Vamos […]

  • Deixe um comentário