6 de julho de 2016 Por
5 Em Áustria/ Dica de Viena/ Europa/ Reflexões/ Viagens/ Viena

Áustria – 10 tipos de estabelecimentos para comer e beber

estabelecimento

Eu costumo dizer que uma das formas de se conhecer a cultura de um povo é experimentar sua culinária. E Viena, sem dúvida, é um lugar onde você pode experimentar diversos sabores. É um bom destino para fazer uma viagem gourmet.

Os austríacos adoram o assunto, para eles comer e beber ultrapassam o conceito de apenas suprir as necessidades vitais do organismo. Eu, particularmente, tive que aprender muito a respeito desse assunto. As pessoas com as quais me relaciono gostam tanto do tema que muitas vezes são capazes de detalhar o prato servido.

O negócio aqui é tão especializado, que não existe apenas uma breve definição para os lugares onde se pode fazer uma refeição, como geralmente chamamos de bar ou restaurante. Os tipos de estabelecimentos são variados, e por isso, resolvi escrever sobre isso para ajudar as pessoas a entenderem um pouquinho do assunto. Estou longe de ser especialista, mas, com a ajuda de alguns amigos austríacos, cheguei às descrições abaixo.

Há, no mínimo, 10 definições para os diversos tipos de estabelecimentos que servem comidas e bebidas, e eu demorei um tempo para entender a importância e a forma de descrição de cada um. Mesmo depois de 10 anos, ainda troco as bolas e acabo chamando um “Wirtshaus” de restaurante. Na hora que eu falo “vamos a que restaurante?”, meu marido logo me corrige e diz que é uma “Wirtshaus” e não um restaurante. Eu faço aquela cara de tipo “é tudo é a mesma a coisa”, mas, para os austríacos, não é. Eles fazem questão de deixar as coisas bem ajustadas.

A Áustria, apesar de ser um país pequeno, tem suas especialidades em cada região, o que a torna um lugar interessante pra quem gosta de comer bem, pagar um valor justo e ainda colecionar uma boa experiência. Só de saber o tipo de estabelecimento, você já consegue ter uma ideia do que o espera sem precisar perguntar detalhes sobre o lugar que irá visitar

Vista de um Heuriger no sul da Istiria

Vista de um Heuriger no sul da Istiria

1- Heuriger – É um lugar onde os vinicultores produzem e servem apenas seus vinhos e sucos produzidos naquele ano. Eles funcionam por cerca de 3 semanas, podendo abrir em outra temporada. Nesse período, é colocada acima da porta uma coroa de pinheiros com uma luz acessa, indicando que o estabelecimento está aberto ao público. Até o século XX, era habitual os clientes trazerem sua própria comida para desfrutar com o vinho.

Com o tempo, os Heuriger começaram a oferecer comidas frias como queijos, salsichas, presuntos, pães e pastas. Hoje em dia, alguns servem comidas quentes, como o famoso bife de porco à milanesa (Schnitzel). Os garçons servem apenas vinho e o cliente precisa buscar sua comida, que é vendida a quilo. Mas essa venda a quilo não é como no Brasil, onde o preço é único. Aqui, cada produto tem seu preço por quilo. Fique atento, pois em Viena há muitos estabelecimentos que usam o nome Heuriger, mas, na verdade, são apenas restaurantes licenciados para vender vinhos diversos, cerveja e café, que não cabem em um Heuriger autêntico.

A música é outro elemento presente em um Heuriger genuíno. Você certamente verá dois cantores com suas sanfonas e violões, fazendo serenatas com as músicas que narram, de forma nostálgica, diversos temas como morte, o vinho, o amor e demais tópicos relacionados à vida. É uma espécie de apresentação de literatura de cordel, conhecida no nordeste do Brasil, porém na versão austríaca.

2- Gasthaus – (A palavra alemã Gast significa convidado e Haus, casa) É uma espécie de restaurante especializado em comida regional. A partir do século XV, ganhou a característica de pousada, para quem quiser se hospedar por lá mesmo. O ambiente também é simples, geralmente com bancos e mesas de madeira. Ultimamente algumas Gastshaus estão alterando o estilo e modernizando seus ambientes.

gasthaus

3- Wirtshaus – (A palavra Wirt em alemão significa dono e Haus; casa). Ela é bem semelhante à Gasthaus. Até mesmo os austríacos encontram dificuldades para explicar a diferença entre os dois ambientes. O pessoal da gastronomia sempre brinca falando que, na Wirtshaus, o dono se sente em casa e, na Gasthaus, o cliente se sente em casa.

4- Restaurant – A palavra é de origem francesa, porém utilizada mundialmente de forma muito semelhante. Conhecido por todos nós, o restaurante é um estabelecimento comercial onde você paga pela comida e bebida consumida no local. Hoje, há uma variedade de modos de funcionamento e diversos tipos de culinária. Geralmente é um lugar um pouco mais sofisticado que os demais descritos acima.

5- Beisl – Quem quiser comer uma comida típica da região com uma mistura de simplicidade e conforto deve, sem dúvida, procurar esse tipo de ambiente. É possível observar algumas coisas bem típicas nesses estabelecimentos, como mesas e cadeiras de madeira, toalhas de mesa, bebidas e comidas podem estar escritas em quadros-negros. Dentre as especialidades vienenses, é oferecido o Tafelspitz (carne assada acompanhada de batatas, espinafre, purê de maçã e raiz forte), Schnitzel (Bife à milanesa) e sopas. Dá pra beber uma cervejinha, também. Lógico, como sobremesa vai uma tortinha de maçã, a famosa Apfelstrudel.

6- Würstelstand / Imbissstand – Stand significa quiosque / Würstel, salsicha e, Imbiss, lanchinho rápido. Assim, são quiosques que vendem lanchinhos quentes e rápidos. Como aqui também é a terra da salsicha, não poderia faltar um local destinado apenas para a venda desse produto. Na Áustria, inclusive, existe a Käsekrainer, que é uma salsicha com queijo derretido. Uma delicia só.

jornias

Muito comum os cafés oferecerem os jornais do dia.

7- Kaffeehaus – Esse é um delicioso ponto de encontro para quem quer comer e conversar sem pensar na hora de ir embora. Viena é a terra dos cafés, aqui, você pode tomar um café e ler seu jornal inteiramente tranquilo, que não terá nenhum garçom fazendo pressão para que você libere a mesa para outro cliente. Nos cafés vienenses, inclusive, você encontra jornais do dia disponíveis gratuitamente. Além de doces, tortas, salgados, cafés, sucos, vinhos, é possível também almoçar/jantar em alguns deles.

8- Stube – geralmente é um quarto onde fica um forno de barro para aquecer. São similares à Gasthaus e à Wirtshaus, porém mais simples.

9- Brandhaus – É um lugar bem simples onde geralmente pessoas se reúnem para tomar Schnaps, uma espécie de cachaça.

10- Weinhaus – O estabelecimento é muito semelhante à Brandhaus, porém o consumo da bebida alcóolica é voltado para o vinho, podendo também ter a venda de outro tipo de bebida alcoólica.

Geralmente os dois últimos ambientes são frequentados por pessoas que consomem um tipo de bebida bem barata e os visitam com grande frequência, podendo ser diariamente, os chamados “beberrões”.

Bom, vou ficando por aqui, espero que tenham gostado e semana que vem volto  com outros detalhes da Áustria.

Abraços

Autor: Kely Martins Bauer   

Fonte: Post publicado no site www.brasileiraspelomundo.com o site feito por mulheres expatriadas. Um lugar incrível para aprender sobre outras culturas com olhares diferenciados de quem vive no país.

kely Pelo Mundo

Veja também

5 Comentários

  • Reply
    Iana Martins
    8 de julho de 2016 at 12:47 am

    UAU!! Sempre um charme em cada lugar. Como não se sentir especial.. Boas dicas. Degustar e conversar com requinte, enriquece.
    Beijocas

  • Reply
    Beatriz
    10 de julho de 2016 at 12:53 pm

    Olá Kely, adorei este post!
    Estou amadurecendo a ideia de ir à Áustria ano que vem, quero visitar uma amiga em Viena que não vejo a mais de 10 anos, e suas informações são bem legais! Achei bem simpáticas as Gasthaus, certamente ficaria hospedada em uma!!!
    Bom domingo!

    Bia <°(((<
    http://www.biaviagemambiental.blogspot.com

  • Reply
    LUIZ ROBERTO RODRIGUES MARTINS
    22 de julho de 2016 at 5:27 pm

    da próxima vez quero visitar cada um desses lugares… e fazer o registro…

  • Reply
    Áustria – Trajes típicos: como e quando usar - Kely pelo Mundo
    24 de fevereiro de 2017 at 7:21 am

    […] Já em Viena não é nada comum usar os trajes típicos. Aqui só se vê alguém usando trajes típicos durante a festa da colheita, que acontece em abril, na prefeitura da cidade, na Oktoberfest vienense, a Wienerwiesnfest, que começa no final de setembro e termina no início de outubro, em festividades de trajes típicos, festas de casamento a caráter ou Heuriger. […]

  • Reply
    Perto e fora de Viena: 2 dicas de restaurantes em Wachau - Kely pelo Mundo
    24 de abril de 2017 at 9:32 am

    […] é cheia de Heuriger e Gasthaus, que são,  na prática, restaurantes especializados em comida regional. Para a nossa primeira […]

  • Deixe um comentário